18/02/2010

Um post nada a ver com meu blog
(mas que me deixou pasma e por isto não pude evitar...)

Fui apresentada a mais um item inédito. Assim como a caderneta MOLESKINE, desta vez foi uma bolsa. Aliás, A BOLSA!!!

Trata-se da luxuosa marca francesa Hermés, criada em 1837, por Thierry Hermés, que além dos seus maravilhosos lenços é mudialmente conhecida pelas suas bolsas: A Kelly e a Birkin.
São bolsas luxuosíssimas, sinônimo, portanto de status. Sua disponibilidade é pouca e as pretendentes a um dos dois modelitos fica numa fila de espera, acreditem! É uma das mais cobiçadas do mundo desde que a Hermès a batizou em homenagem à atriz britânica Jane Birkin, em 1984. A bolsa Kelly, foi lançada em homenagem a Grace Kelly
Os preços variam entre 9.000 e 97.319 EUROS, esse último valor, por uma Birkin de couro de crocodilo, ouro branco e diamantes. A grife só produziu dois modelos iguais a esse de diamantes.


(detalhes da bolsa, inclusive valores, para constatar que não há limite para o consumo quando se tem money...)


Size: 11.7"(30cm) x 8.6"(22cm) x 5.9"(15cm)

Color: Etrusque
Material: Ostrich
Condition: New

More details


14384.00 € 14.384 EUROS!!!!!!!!!!! ou seja: R$ 44.000,00
20649.00 USD

Shop: Luxury, Switzerland


Esta daí é a bolsa Kelly
(nem fui ver o preço)

5 comentários:

pqueirozribeiro disse...

Nossa, o preço de um carro!!!

cris*borrego disse...

Beth,
Adoro!
É um objeto de desejo, as bolsas são totalmente artesanais e são confeccionadas a partir de uma única 'peça' de couro'.
São exclusivíssimas, mas há aquelas celebrities que adoram fazer coleções [acho bregaaa!!]
Sem falar da fila de espera...
Abaixo a banalização do luxo!
Bjs*

(l' excessive) disse...

Pois é, Cris! Minha pasmaceira foi quanto a tal fila de espera e o preço!!!! Céus!!! Também acho que é uma peça lindíssima sem a menor dúvida, mas cobrar um valor equivalente ao preço de um carro, também já demais! Ma, quem pode POOOOOODE!
Bjs querida e obrigada pelo comentário!

cris*borrego disse...

Beth,
O que está fora de propósito, a meu ver, é a banalização do luxo. Estes itens sempre exitiram e sempre existirão. Entretanto, a popularização de certas marcas é o que faz com que fiquemos chocadas com os valores. Quando digo popularização me refiro às bolsas fakes que certas mulheres ao redor do mundo fazem questão de ostentar sendo que estão muito além das suas possibilidades. A Hermès é uma das poucas marcas que mantém o status de luxo. Admiro, mas não é o meu padrão, por isso, brinco e me dou ao luxo de cobiçar :D
Bjão!

Celia na Italia disse...

Oi Beth
Enquanto isto eu aqui em Milão uso a minha mochilinha da NIKE que leva tudo o que eu quero e preciso e nem se compara em preço e praticidade.
Valeu o registro!
Um beijo