11/08/2010

Iris germânica

Íris , Íris-de-barbados ou Flor-de-lis

Algumas referências sugerem que a flor-de-lis é uma espécie de lírio. Os espanhóis traduzem "fleur-de-lis" como "flor del lírio" (flor-de-lírio) e, neste caso, defende-se o lírio - e não uma íris - como a verdadeira flor-de-lis. Há uma lenda que ajuda a reforçar esta idéia, contando que um anjo teria ofertado um lírio a Clóvis, rei dos Francos, em 496 d.C., quando este se converteu ao Cristianismo, e a partir de então foi usada nas armas da França.
O desenho da flor era colocado no manto de reis na época pré-Cruzadas, nas bandeiras e, ainda hoje, em vários brasões de municípios franceses.
No ano de 1125, a bandeira da França apresentava o seu campo semeado de flores-de-lis, o mesmo acontecendo com o seu brasão de armas até o reinado de Carlos V (1364), quando passaram a figurar apenas três, possivelmente como emblema para honrar a Santíssima Trindade.
Diz a História que a flor-de-lis começou a ser utilizada como símbolo no reinado de Luiz VII, o Jovem (1147) que teria sido o primeiro dos reis da França a servir-se desse desenho para selar suas cartas-patentes,em alusão ao seu nome Luiz que, na época, se escrevia "Loys". Seus sucessores conservaram a flor-de-lis como atributo real e o mesmo fizeram seus descendentes.

Fonte:
http://www.sociedadambiental.net/



7 comentários:

'Tsuki disse...

Aaaah... Ma fleur préférée... Merci pour ce superbe partage...

(l' excessive) disse...

Alô, Tsuki!
wow! Cela me rend heureuse!
merci!

Celia na Italia disse...

Beth
Só elogios para o "quase documentário" sobre a Flor-de-lis e a bela foto.
Mas o que é aquela outra foto que ilustra o blog Fotos&Fotos?
Demais!!!!!!
Um beijo

(l' excessive) disse...

Oi, Célia!
Como estão todos aí? Dava um dedo pra ver JP e Duda brincando e correndo pela casa...Como é que estão se entendendo? nâo pintou ciúmes ainda?
Quanto à foto do cabeçalho, hehehehe foi em Pavia, num sol escaldante antes de irmos ver Certosa de Pavia, no meu último dia aí com vocês.

Sergio LdS disse...

Olá! Longo silêncio...fazer o quê? Sequer podia falar... Olhando a foto, veio uma lembrança de música, de Alceu:
"
Iris olhando as penas coloridas dos concrises
Dos sabiás dos roxinóis e das perdizes
Lembrei de ti oh linda iris
Será que somos dois eterno aprendizes
O amor se planta e ganha a força das raízes
Oh Iris

Quando vieres caçaremos arco-iris
E borboletas para tu de distraires
E só importa que eu delire e tu delires
Oh Iris".

Uma bela foto que inspira...

Beijos da Ilha.

Beth Kasper disse...

Sérgio, amigo querido!
Verdade! longo silêncio o que não quer dizer esquecimento visse!? Simplesmente passo correndo o dia sem muita inspiração para nada. Apenas registro o que está aqui, bem perto de mim. Não tenho tido oportunidade de sair à cata de instantâneos interessantes que existem em todos lugares, inclusive aqui, neste cantinho do mundo.
Um abraço e obrigada pela visita!

Beth Bucker disse...

ADORO ! somos mesmo muito parecidas, está cheio de flores meu blog e esta Iris é maravilhosa, lindo total ! Beth