31/07/2010

O colibri azul e verde


Como vocês já sabem, ele e eu convivemos como se velhos conhecidos fôssemos. As vezes vem sozinho, outras vezes acompanhado. Além dele e seu acompanhante, apareceram mais dois preto e branco e três iguaizinhos, da cor do canário-da-terra e com o bico cor de cenoura. Vôos razantes, uma luta de titãs pra ver quem consegue chegar mais vezes nos dois potes de água açucarada. Já estou pensando em comprar um terceiro pote pra ver se diminuo a tensão entre eles. Hoje o lindinho pousou de novo para mim e desta vez encarando a câmara fotográfica, como podem ver.

5 comentários:

Cynthia Lopes disse...

Ai que lindo Beth! Estava com saudades de passear por estas tuas lindas imagens. Voltei com tudo para o blog e meus parceiros, deixei minha introspecção de lado e voltei ao sol!!!!

Celia na Italia disse...

Beth
Eles dia-a-dia estão mais ousados, que maravilha para você e para também para nós :)

(l' excessive) disse...

Cy e Celia!
Eu estou impressionada com a facilidade desses animaizinhos se adaptarem à convivência conosco. Tornam-se familiares e não se importam de maneira nenhuma com a aproximação da gente. Estupefata estou eu!

João Ricardo Lopes disse...

Elizabeth,

Não posso deixar de a felicitar por esta foto, pois é muito bonita! Aqui em Portugal, colibris só os imaginando ou vendo em fotografias, por isso é como que uma ave mítica. Nesta foto, a familiaridade com o pequeno pássaro comove! Que bonita! Parabéns!

Beth Kasper disse...

João Ricardo!
Primeiro agradecer sua visita e dizer que vai ser sempre uma alegria recebê-lo aqui. Segundo, dizer que sim, somos privilegiados com estas cenas, quando voltamos da cidade grande para o interior. Não imaginas a sensação quando eles em bando ficam voando a nossa volta quando levamos a água com açúcar para eles. Uma festa!!!